skip to Main Content

O que é um nomade digital, filosofia de vida e mentalidade

Hoje eu percebi que muitas pessoas ainda não entendem muito bem o que é isso de levar uma vida de nomade digital e, por isso, resolvi fazer este artigo para dar uma clareada na mente delas.

Imagina acordar, abrindo as janelas do quarto e dar de cara com uma paisagem linda e maravilhosa em um local extremamente diferente e que sempre sonhaste em visitar, paisagens como uma praia paradisíaca, um Canyon ou até mesmo uma floresta. Aí  vais ter um belo de um café da manhã/pequeno almoço e em seguida começar a trabalhar (ou ao mesmo tempo.. o meu caso eheh) e a melhor parte. Esse sonho que muitos chamam de férias pode prolongar-se por não teres uma localização fixa para trabalhar e viver, fazendo assim com que possas trocar de lugar sempre que entrares no tédio.

Mas para tal, convém ter um emprego ou um negócio que te permita viajar e trabalhar ao mesmo tempo, a maioria são trabalhos remotos. Vê alguns negócios que podes criar por tua conta e te tornares um viajante ou trabalhador “a partir da internet”.

nomade digital algarve portugal

A trabalhar no “No Solo” em Portimão, Portugal.

Neste novo mundo, em que as tecnologias estão mais avançadas, existe uma maior facilidade na comunicação e há um leque de possibilidades e oportunidades para se trabalhar online e tudo isto aliado há maior acessibilidade das passagens aéreas para diversos lugares do mundo, assim como alto custo de vida no Brasil e de algumas cidades portuguesas, cada vez mais pessoas estão deixando de lado a opção de entrar as 9h no escritório e sair as 18h, para desfrutarem de um mundo totalmente novo, maravilhoso e inovador: o de viajar e trabalhar ao mesmo tempo! Eu mesmo, estou agora em Bangkok na Tailândia enquanto escrevo e nos últimos 2 anos vivi em São Paulo no Brasil.

Pensa comigo, a realidade da maioria dos portugueses e brasileiros hoje em dia (ou pelo menos daqueles que seguem o script imposto pela sociedade) é terminar a escola/colégio, entrar na faculdade e em seguida começar a sua jornada de trabalho, trabalho e cada vez mais trabalho, até que chega a aposentadoria/reforma e aí sim eles pensam na hipótese de começar a viajar para outros locais – isto quando ainda tem saúde e não estão amarrados a medicações absurdas e doenças dolorosas.

Mas, será que isso é ter qualidade de vida?

Será que uma pessoa deve ser escrava do trabalho desta forma?

Será que nós não deveríamos aproveitar para viajar, conhecer novas culturas, aprender outro idioma e usufruir dos prazeres que a vida tem para nos mostrar enquanto ainda somos jovens e cheios de energia?

Pois é… eu penso assim, mas sei que muitos de vocês tem dificuldade em pensar da mesma forma que eu, afinal de contas fomos educados que devemos trabalhar até morrer em troca d’um salário miserável e ajudar alguma outra pessoa a conquistar os seus sonhos (muitos chamam de patrão a essa pessoa).

Quando entras num emprego e passado alguns meses ou anos as paredes do escritório não fazem mais sentido para ti e para a tua vida, tu não vês a hora de sair dali para ir para casa e ainda pensas no caos urbano que terás de enfrentar ao pegar horas de transito na volta para casa. Esta não é a vida e muito menos o emprego dos teus sonhos. Tu simplesmente não estás feliz, tanto pessoalmente quanto profissionalmente por isso chegou a hora de mudar!

Há diversas maneiras de trabalhar, viajar, ter tempo para o lazer e ganhar dinheiro. Existem diversos profissionais, minoria na verdade, que já fazem todo o seu trabalho a partir de um computador e ganham a vida com isso. Eles (inclusive eu) tem uma vida muito mais calma, apesar de sempre terem que ser dedicados em relação ao trabalho, pois como falei na apresentação do Blog, os negócios digitais mudam rápido, é preciso muita dedicação e paciência.

Sim, eu sei que nem todas as pessoas tem capacidade para abrir um negócio próprio e tem umas outras tantas que nem sequer pensou ou quer abrir o próprio negócio, no entanto existem formas de te “livrares” desse maldito ambiente de escritório – e um outro artigo falarei de empregos que te dão inúmeras possibilidades de viajar e trabalhar ou simplesmente trabalhar no conforto de casa.

analytics aeroporto madrid

Foram praticamente 8 horas no aeroporto de Madrid no tédio, para não perder tempo, nada melhor que abrir o macbook e trabalhar um pouco .

Bom, mas aí vem a grande dúvida:

Como é que eu posso virar um nomade digital se trabalho em tal lugar?

Este é o primeiro passo para tu mudares de vida, COMEÇA a fazer as mudanças, muda tudo o que pensas que não esteja certo. Não estou a dizer para pedires demissão e sim primeiramente encontrares maneiras ou alternativas de ganhar a vida por meio da internet. Profissionais freelancers e empreendedores digitais, por exemplo, são os mais comuns entre os grupos de nomades digitais. Mas, é claro que esta não é uma regra, também encontrarás profissões como:

Bloggers, escritores, designers, fotógrafos, contadores/contabilistas, programadores, profissionais de SEO, donos de e-commerce, consultores, tradutores, etc…

A maior parte destes profissionais trabalham na parte tecnológica e na criação de conteúdos para a internet, sendo que cada um ganha dinheiro (cada qual do seu jeito) e pode levar uma vida tranquila sendo nomade digital visto não serem profissões que requiram uma dependência local.

Não costumo recomendar este tipo de coisas, mas tem uma pessoa, que na realidade foi o primeiro nomade digital Brasileiro, que vive há 9 anos viajando pela Ásia e que criou um clube de pessoas que são ou querem ser independentes e ter mais liberdade para poder viver e viajar do jeito que pretenderem. O Marcus é “foda” como diriam os meus amigos brasileiros. Tive a oportunidade do conhecer pessoalmente pessoalmente e posso dar a minha palavra que vale a pena seguir as dicas dele, é dos únicos Nomades Digitais q”reais” ue faz realmente a vida que mostra ter.. Vejam Aqui o site e os videos que ele faz.

A melhor parte deste estilo de vida é a flexibilidade que poderás ter, assim como a liberdade: não ter horários, poder fazer o que quiser na hora que quiser, não ter de estar dentro de uma empresa ou de um escritório durante 8 horas por dia e principalmente poder viajar à vontade para onde bem entendermos! Tenho que concordar que ficar longe da família e dos amigos é ruim, porém,  sempre que quiseres poderá sficar próximo deles e ao mesmo tempo sempre poderás conhecer novos lugares.

nomade digital

Site ficou offline, tive de procurar um lugar com wifi para acessar o servidor e o reiniciar.. Por sorte tinha um shoping por perto algures em Bangkok. Foto após a resolução. Via Instagram

Mas, e a parte chata disto tudo?

Obviamente, nem tudo são flores e não seria tendo um negócio próprio na internet que tu ficarias rico de uma hora para outra.

Todo o nomade digital está vulnerável a ficar sem dinheiro em um mês e a ganhar o dobro no próximo, porém, o mercado digital está cada vez mais abrindo portas e oportunidades para os mais variados profissionais…  o que irá ser cada vez mais difícil de alguém se dar mal neste estilo de vida. Mas, é claro que terá vezes que, dependendo o trabalho que fazemos, teremos que focar 24 horas por dia para dar conta vez ou outra (ou até alguns dias de diretas/viradas eheh Falo por experiência própria).

Falando o que falei e do jeito que falei pode até parecer que somos loucos de sair pelo mundo afora sem ter um emprego e sem dinheiro. Porém, a realidade é outra. Quando escolhi trabalhar com um negócio digital procurei crescer primeiro, demorou cerca de 2 ou 3 anos para conseguir fazer o primeiro dinheiro “estável” para me sustentar sozinho, não foi fácil, não foi rápido e “ninguém” me ensinou passo a passo como o fazer sem dinheiro para investir, pois comecei aos meus 17 anos e como é obvio, não tinha dinheiro com essa idade.

Quando passas a querer ter este estilo de vida, mudas totalmente a tua mentalidade, passas a ser uma pessoa mais responsável, a ser mais maduro, a ter que tomar decisões difíceis e principalmente, a ter que dominar a tua vida pessoal e profissional em situações extremas.

Deixa um comentário em baixo acerca do que pensas sobre este estilo de vida e se tens curiosidade em experimentar, nem que seja por um curto período de tempo. Eu comecei faz pouco tempo, esta jornada e começou de forma bem atribulada (ver aqui).

Obrigado por leres e sucesso!

Jóni Oliveira

Trabalho online por conta própria desde os 17 anos (2010) e desde então nunca tive um emprego comum. Sempre com ideias e projetos novos a serem lançados, posso dizer que hoje faço o que quero e o que gosto e ainda tenho a liberdade geográfica para morar onde bem entender, com uma simples ligação à Internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top