Internet é conteúdo, quem não produz conteúdo fica de fora..

Já lá vai o tempo dos famosos “artigos otimizados para seo” que eram vendidos que nem fastfood nos fóruns, marketplaces e em sites de freelancing de forma a conseguir resultados rápidos nos motores de busca com alguns links por aí e conseguir as primeiras posições para aquelas maravilhosas palavras chave que de alguma forma gerariam leads bastante bons ou simplesmente alguns cliques no Adsense.

Hoje em dia com as alterações algoritmicas que supostamente visam a melhoria da qualidade de navegação das pessoas nos motores de busca, eu mesmo procuro afastar-me dos redatores que dizem “escrever de forma otimizada”, estes redatores já cheios de vicio de text spinning e keyword stufffing poderão ser prejudiciais a longo prazo, então para um bom inicio de produção de conteúdo acaba por ser melhor educar alguém das áreas de letras para que escrevam o que tem de ser escrito, acrescentem algo de relevante e se necessário ainda consigam lá no meio fazer uma chamada de atenção para algo pertinente, seja um produto ou alguma novidade do site.

conteudo para a web

Mas voltando ao assunto…

No último ano enquanto estava no Brasil vi o grande crescimento visível ao público em geral, dos termos marketing de conteúdo e inbound marketing. As agências e profissionais da área decidiram abandonar o mercado do SEO (que se tornou algo cada vez mais inviável) e atacar o do conteúdo, explicando directamente para os clientes que uma boa estratégia de conteúdo pode fazer com que as empresas economizem até 60% dos valores investidos em publicidade a longo prazo. O que é bastante fácil de explicar: as pessoas na Internet procuram conteúdo, soluções para o dia-a-dia e não meramente objectos expostos numa vitrina.

Estas novas técnicas de inbound que as agências tanto falam já vem sido praticadas por anos, por nós webmasters e bloggers, criamos um canal (blog por exemplo), produzimos ou contratamos conteúdo para o mesmo, criamos um relacionamento com o público alvo, vendemos algo (anunciamos, artigos patrocinados, etc) e continuamos a manter o relacionamento com os mesmos, criando um elo de confiança. Mas só agora, há pouco tempo, é que este conceito parece ter chegado às pequenas e médias empresas da língua portuguesa que mantém uma presença digital há algum tempo, no entanto pelo que vejo em Portugal ainda é algo que tem pano para mangas e falta muita gente analisar, estudar e aplicar, parece ainda ser um meio de desconfiança por parte dos empresários, ou talvez desconhecimento…

Hoje, eu tanto como webmaster como empresário e gestor de pequenos negócios, posso afirmar que investir em conteúdo na Internet é extremamente benéfico, se bem feito, em alguns meses obtém se ótimos resultados. Prova disso é o mercado de afiliação online, sem conteúdo, de forma legal e sem investimento em publicidade o conteúdo é que nos traz resultados. É bastante mais fácil vender com um artigo ou com um email que com um banner num site.

Se tens uma empresa que presta serviços online, começa a pensar numa boa estratégia de conteúdo ou contrata alguém que o faça por ti (posso dar consultoria), vais perceber ao longo do tempo que o dinheiro que tiraste da publicidade tradicional para o conteúdo será um ótimo investido. No entanto se a tua empresa não está relacionada ao mercado digital, também poderá existir uma forma de tirar proveito desta estratégia, olha os exemplos:

  • Consultor Imobiliário – Podemos criar uma página de conteúdo para pessoas interessadas em imoveis, onde captarás o contato de possiveis compradores ou investidores.
  • Serviços de Design de Ambientes – Muitas pessoas procuram por conteúdo dessa área, mas por vezes não tem tempo ou “dom para a coisa” e é ai que te irão contactar.

Já está na hora das empresas apostarem mais em conteúdo, ou se não quiserem apostar nisso, pelo menos que dêem uma oportunidade para os blogs em Portugal – e quando falo blogs, não falo de blogs de nicho com foco em adsense e muito menos nos blogs das celebridades, falo desses pequenos blogs de extrema qualidade que tem “por aí”,  com um bom público definido e leal prontos a comprar um bom produto ou pagar por um bom serviço de qualidade recomendado pelo blogger que eles seguem.

Se ainda não largaste a ideia do “conteúdo otimizado para SEO” ou nem em conteúdo focaste ainda, poderá ser o teu fim na Internet… E conteúdo não é só texto, pode ser video, audio, ebook, etc, etc.

Um abraço e qualquer coisa, comenta aí 🙂

1
(Visited 16 times, 1 visits today)

7 Comments

  1. Izaias MaisDinheiro 8 abril, 2015 at 13:52

    Cara isso é verdade, faz tempo que me tenho dedicado a produzir conteúdo de qualidade. Espero ter bons resultados a longo prazo.

    Abraço

    Reply
  2. Marisa 24 junho, 2015 at 23:54

    Concordo totalmente, mas acrescento que um artigo pode ser “otimizado para SEO” sem deixar de ser um bom artigo. Pode ser um texto com qualidade e interessante, como o leitor quer e, por consequência, os motores de busca.
    Um bom produtor de conteúdo saberá achar o equilíbrio entre leitor e motor de busca e conseguirá criar um artigo “verdadeiro” que agrade aos dois!
    O que acho que está realmente fora de moda são os chamados produtores de conteúdos que são verdadeiros mestres em repetir a mesma palavra 40 vezes num artigo de 500 palavras e de onde o leitor retira zero de informação útil. Esses sim, são os verdadeiros “perigos”.
    Agora, por favor, não vamos apontar o dedo tão facilmente à expressão “otimizado para SEO” 😉

    Abraço

    Reply
    1. Jóni Oliveira 12 julho, 2015 at 18:07

      Viva Marisa,
      Sim concordo contigo, quando me referi à otimização para SEO referia-me a esses serviços precários que circulam nos foruns, em que qualquer um adiciona essa “info” para vender mais, quando a unica coisa que faz é keyword stuffing.
      Abraço

      Reply
  3. Nathan 24 julho, 2015 at 1:03

    Jóni, estou querendo criar um blog mais não queria escrever os artigos… aonde posso encontrar redatores de qualidade que eu possa comprar artigos dos mesmos? Ou seria melhor que eu escreve-se os artigos?
    Preciso muito de ajuda!

    Reply
    1. Jóni Oliveira 24 julho, 2015 at 21:35

      Olá Nathan, na minha empresa tem redatores a preços bem bacana, se estiver interessado use o formulário de contato em http://www.fazweb.com , para Portugal e Brasil.
      Quanto ao escrever e não escrever, faça a conta de quanto vale o seu tempo, quanto demora para escrever um artigo e quanto lhe podem cobrar por isso.
      Um abraço

      Reply
  4. Lucas Linhares 8 agosto, 2015 at 22:49

    Jóni, você está certo, conteúdo de qualidade é muito importante, e um pouco difícil de criar, eu acredito que o maior erro dos criadores de conteúdo é a falta de comprometimento em criar um bom conteúdo, já que leva um bom tempo e é cansativo.

    Reply
    1. Jóni Oliveira 10 agosto, 2015 at 19:56

      Obrigado pelo comentário Lucas, abraço!

      Reply

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *